Sistemas 64 bits — Vale a pena migrar?

A boa é que vale a pena sistemas 64 bits. Olha que uso sistema baseado em 32 bits e minha maquina já está fazendo 8 anos de guerra e bate firme, um Dell Latitude 120L, e pior não perde nada para uma recente. Claro que fiz alguns updates como memória e HD. A pioneira dos sistemas 64 bits é a AMD e por isso até hoje é retratado amd64, mas não venho falar de história!

O bom dos sistemas 64 bits!

Por um lado a migração dá grande folego de processamento, logo é o dobro de informação processadas no mesmo tempo. Mas tem pecado muito em quantidades de aplicativos voltados para esta plataforma, inclusive sistemas ERP(para quem não sabe Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE ou SIG), em inglês Enterprise Resource Planning) e muitos outros voltado para o uso comercial. feitos em VB e DELPHI e acredito que estas linguagem mais comerciais deveria ter compiladores para 64bits, e outra critica que os componentes visuais ficaram para trás.

AMD, pioneira em sistemas 64 bits

AMD, pioneira em sistemas 64 bits

A variedades de aplicativos para o 32 bits é vasta e muita gente apostando em usar maquinas virtuais para fazer a portabilidade de suas aplicações sem dores de cabeça! E ainda bem que os sistemas ainda mantém estes códigos legados, não mais! Temos que evoluir, não é? Precisamos produzir para sistemas 64bits se quisermos aposentar o legado e este suporte está deixando de ser obrigatório já faz alguns anos.

Eu particularmente fico ainda com 32bits mesmo que a minha bateria já não existe, então é um desktop. Estender até onde esta tecnologia aguenta, basta sempre ter um sistema atual para a maquina.E preparem que estou elaborando um texto para um novo player nos mundo dos processadores, o ARM!

PS: Não é plágio e sim um texto original e sua ideia baseia Ubuntu 32 ou 64bits (Reloaded)!

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE