Arquivos Diários: 01/04/2013

One-liners — Faça tudo em uma linha

Estou me preparando para a certificação LPI-1, e antecipando deixo um bônus para meus amigos leitores deste humilde blog, com vocês… os ONE-LINERS!

É sabido que todos administrador de Linux é obrigatório o uso do bash, para quem não sabe este cara é o interpretador de comandos dos sistemas baseados UNIX que inclui também o lindo MacOS X dos iMacs e Macbooks e que tal fazer tarefas rotineira com apenas uma linha no terminal?

O que vem a ser o one-liners?

O one-liners é poder fazer vários processamentos encadeados usando o pipe “|” que por sua vez o que faz o pipe? Calma gafanhoto que irei explicar 😉

Era uma vez… deixa pra lá! Hehe. Pra entender como funciona na pratica é assim, ele funciona joga o que seria mostrado na tela para o programa que vem logo adiante, olha a o mostro aí:

$ cat cidades.txt | grep "Araçatuba"

Esse é um exemplo de pipe mais básico a explicar, o programa cat deveria mostrar todas as cidades na tela mas manda para o grep que mostra aquelas cidade que tanto quer ver 😀 . Pode haver mais de um pipe, entretanto a quantidade de comandos não entra em consideração somente a solução

Onde existe vida?

O super SED, uns dos poderosos one-liners

O super SED, uns dos poderosos one-liners

Quer ver mais soluções usando o bash e as maioria dos comandos no terminal? pode usar o Bash one-liners e também outros grupos de one-liners, como a do SED! Eita, este brinquedo poderoso, mas para tirar a domar precisamos conhecer os seus encantamentos, lembra daquele artigo que falei do piazinho como um livro de receitas? Isso… aí entra muito on-liners com as expressões regulares 😛

Ah, Aurelio Marinho Jargas

PS: Araçatuba é minha cidade natal.

PS #2: No momento que finalizava este texto encontrei um outro site de one-liners o Commandlinefu

Defacement — O preço de ser chamativo

Defacement não é uma boa pratica

Defacement não é uma boa pratica

Mês atrás tive o desprazer de sofrer um defacement, em bom português, o blog foi desfigurado e tudo porque estava chamativo mas tinha um ponto fraco. A segurança! Ela sempre nos atormentam pois nossos instintos de descuido e como estou falando de sites e não basta estar seguro em sua infra, pois também a aplicação deve olhar com carinho.

Segurança no blog adianta?

Se você também não tiver o desempenho e bom conteúdo como seus aliados neste oceano de informações, não! Pessoas são ávidas por conteúdo original e de qualidade.

Foi correto também que cair do cavalo, não para resmungar e sim para ter uma atitude de correção e prevenção e desde o inicio da era digital a maioria dos hackers invadiam por diversão a fim de satisfazer os desafios de quem administra, simples assim, como gato e rato. Desafiador e estimulante e sua meta é a quebra do sistema, era e ainda é uma disputa entre o administrador e o hacker com motivos para melhorias no sistemas sem causar danos e tem caráter de reputação.

Agora ainda existe ainda uma turma do tipo black hat, no meu nerd é conhecido como cracker e sempre fora da lei, estes sujeitos também dão bons frutos para o aumento da segurança em compensação muita dor de cabeça. Mas eles tornaram mais “experto” pois ao passar dos anos pararam de invadir e utilizam a fraqueza humana, a famosa Engenharia Social.

O que você fez para tapar o Defacement?

Este é o segredo! Devíamos sempre lembrar que não existe nada 100% confiável e seguro e como obrigação precisamos acrescentar reforços para não quebrar novamente e a dica fica para testar seus sistemas contra os mais básicos dos ataques, existe pelo mundo afora ferramenta que vasculham brechas como o Metasploit.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE