Arquivos de Tags: organização

Dois monitores — Uma flexibilidade

Minha estação de trabalho na empresa onde estou dá uma flexibilidade no console ssh para o CentOS e os emails no Exchange com dois monitores, quem me dera  o que fazer com dois monitores widescreen? Imagine em posições tradicional e telha, a.k.a. retrato ou vertical (eis o novo apelido do tablet), estando confortável para digitar no Word.

A disposição dos dois monitores é assim

A disposição dos dois monitores é assim

O feito foi realizado no Windows 7 mas no GNU/Linux também é possível esta façanha, que fiz com um monitor de tubo encostado entretanto hoje está servindo de muleta, e voltando a minha estação de trabalho foi graças a um adaptador que divide o sinal da saída DVI da placa de vídeo para VGA que possibilita a entrada de dois monitores simultaneamente em uma única porta entretanto com notebook o feito é mais fácil já que usa a tela do mesmo e sua porta para datashow.

Para quem pode ter dois monitores?

Agora meu caro leitor esse é o ponto, eu estou tentando tomar coragem para ter esta facilidade já que sai muito caro, o que facilita em apertar um ALT+TAB para ler e repassar os textos para o blog para sua alegria 😀 como cabe mais na tela é vantajoso para quem usa código fonte, console e até produção de texto no Word.

A solução é desafiadora, quebra a mesmice e é muito salgada! E você amigo teria coragem de ter dois monitores?

Prender cabos — O jeito MacGyver de ser

Prender cabos de seus “pequenos gadgets” que conectam em seu micro anda caindo da mesa? Compre então um dos clipes de papéis como da foto. Os cabos sempre escapando e jogados na sua bancada é para perder os cabelos em encontrá-los atrás da mesa então lá vem a dica!

Prender cabos é com clipes de papel

Prender cabos é com clipes de papel

Para prender cabos

Agora está precisando deixar fontes e cabos de seu micro  que a coisas fiquem mais organizada, esta foi a dica do ano para o Meiobit.

Agora você pretende tornar-se um MacGyver é por sua conta e risco, desde que não exploda o quarteirão. 😛

Kardex — Gerenciamento de produtos

Um lugar interessante para o kardex é a dispensa

Um lugar interessante para o kardex é a dispensa

O kardex é um esquema simples de gerenciamento de estoque, baseado em fichas e tem fácil visualização e seu conceito é que cada produto tenha a sua ficha.

Kardex é o básico!

Existe outros métodos mais elaborado de monitoramento do estoque que pode trazer resultados precisos para uma decisão e ressalto também a integração na reposição e que todas as áreas da cadeia, deve estar em harmonia desde a venda até a reposição da mercadoria para não ser pego de surpresa, é  muito desagraveis esta situação. 🙁

Esta ferramenta pode ser útil, uso para controle de insumos de informática para minha empresa devido experiencias passadas, para gerir uma dispensa para ter noção do gargalo de forma simples e encontrar desvios da mercadoria. Para quem resolver ir a fundo, segue algumas palavras chaves para procurar no google: Estoque mínimo, estoque de segurança, giro de estoque. e também uma ficha kardex para ter uma noção:

O kardex

O kardex

Visite também Logística descomplicada.

Enrolar cabos — Como fazer de forma correta

Mostro aqui a enrolar cabos e ganhe de brinde como fazer um velcro muito bem feito. Essa dica foi retirada no Manual do Mundo e estou reproduzindo no blog somente o vídeo para comodidade de não sair desta página 😉

Então aprenda a enrolar cabos!

Não basta enrolar cabos para organizar a macarronada

Agora cá entre nós que cabo é uma macarronada, não é? Existe experimentos muito radicais de eliminar cabos, inclusive os de energia dos equipamentos onde precisa somente colocar sobre uma superfície que carrega seu iPhone ou iPad mas precisamos de solução ao nosso alcance.

Espaguete termo retrátil

Espaguete termo retrátil

E seus problemas, acabaram! Quase, já que não existe uma solução perfeita. Deixo assessórios que são comuns chamar de espaguetes, o primeiro espaguete é termo retrátil usado na maioria das ocasiões para fazer isolamento dos cabos elétricos é extremamente útil na substituição da famosa fita isolante que ao manusear deixa cola pelo cabo . Agora o segundo espaguete é voltado para organização, aqueles que tem pavor de ver a montanha de cabos esparramados pela mesa e pelo chão do escritório é o famoso como o mercado chama Organizador de cabos tipo japonês e que consiste um segmento de 10cm das espirais plásticas, parece como macarrão tipo parafuso como encontramos no mercado.

Organizador de cabos tipo japonês

Organizador de cabos tipo japonês

 

Ficou interessado, tem mais casos de sucesso para organização de cabos no Efetividade.net do Augusto e tem outras dicas para organização. Claro que não pode faltar a criatividade para fazer um ambiente com a presença de cabos como o sujeito abaixo que ao invés de esconder, como as maiorias das pessoas tem pavor, fez um design muito lindo em sua parede com os cabos de força e demais cabos, confere aí a foto abaixo retirado do artigo do Meiobit e fala aí que ficou bom?

Em vez de esconder fios, que tal mostrá-los com estilo e muito orgulho?

Organizar músicas #2 — Importancia das tags

Musica é um diversão, né e organizar músicas pouco chato? Enquanto a industria de enterimento arrecada muita grana para nos divertir, fora que também muitos fazem idolatrias aos artista, deixando a pessoa respirar praticamente vive para aquele individuo que muitos casos não terá contato.

Esse não é o iPhone e sim o iPod e muita gente confunde!

Esse não é o iPhone e sim o iPod e muita gente confunde!

Acredito que meu leitor não se preocupa com a loucura, e preparei este texto para organizar músicas. Recomendo fortemente montar HTPC usando o XBMC, um ótimo box utilizando o Linux porém nada impede de fazer com o Windows Media Center que realiza muito bem o propósito, para deixar muito bonito acessar seu acervo de música e vídeo com ar de elegância e praticidade para ver e ouvir junto com sua visita.

Tenho uma padronização de pastas e arquivos para dar mais praticidade na busca de sua música preferida porém isso exige pré-requisitos, oras que somente renomear suas pastas e arquivos não basta.

Campos importantes para organizar músicas

Precisaremos de quatro informações essenciais para organizar músicas, eles são:

  • Nome do artista (óbvio)
  • Nome da musica (tá muito óbvio)
  • Numero da música(nem tanto, né)
  • Nome do álbum (epa! eu vou falar)
Tagtool, ferramenta para organizar músicas

Tagtool, ferramenta para organizar músicas

O nome do álbum muita gente não guarda e isso até dificulta pois pode ter uma segunda versão daquela musica que você tanto gosta e fica difícil somente ler o nome do artista e a musica.Com isso em mãos temos todas as informações para fazer o trabalho pesado na hora da ordenação da coletânea e não vai automatizar todo o processo de catalogo, precisa de intervenção manual para isso vamos usar um editor de tag MP3

Também vídeos tem tag mas não foram difundido e não entraremos em detalhes pois o foco é música, certo? Vamos continuar, então, para gravar a informação no próprio arquivo eu uso o tagtool que é para Linux e pode estar disponível no repositório da sua distribuição preferida, é uma ferramenta simples resolvendo em todos casos corrigir entradas no catálogo e reorganiza a pastas para você de acordo com critérios que achar melhor.

Já no media player do Windows, ele cria uma base de dados, podendo os arquivos ficar desorganizados no disco e também ele os organiza, este recurso não é ativado por padrão,  mas não utiliza o poder da tag para armazenar as informações da musica.

A estrutura do acervo é basicamente colocar no nome da pasta o nome do artista e álbum na pasta e podendo ficar assim na estrutura de pasta e isso depende do gosto, conforme no exemplo:

D:\Músicas\Artista - Álbum\Artista - Música.mp3

Um item para deixar mais bonito o trabalho, recomendo uma escaneamento do folder(capa do cd) para musica, pode pegar na internet e colocá-la na pasta do álbum. Já que a maioria dos programas vasculha a pasta para ser mostrado no aplicativo.

Espero que este artigo tenha boa utilidade e agora é com vocês!

[UPDATE: 03/03/2012 17:45]

Estou colocando o post original, para rever e apontamento de falhas, ou seja fallback de criticas para melhorias deste post, assim que ajuntar muitas informações suficiente retirarei para acresimo e melhorias.

Backup incremental — um NAS caseiro

Para fazer o backup incremental primeiramente precisamos conhecer aonde guardar os arquivos, a intenção é mostrar uma solução caseira para manter sincronizado os arquivos, vamos definir o jargão para que possamos entrar no contexto mais profundos:

Wikipédia

Network-Attached Storage ou NAS, em informática, é um dispositivo dedicado ao armazenamento de arquivos dentro de uma rede, provendo acesso heterogêneo aos dados para os clientes desta rede.

Backup incremental no HD é uma alternativa barata mas não segura

Backup incremental no HD é uma alternativa barata mas não segura

Em ambiente doméstico, está emergindo pois armazenamento de filmes e musicas “on demand”, não é privilégio somente do computador e agora seu aparelho de som e sua TV querem reproduzir este conteúdo exigindo manter uma solução para este caso tem que estar à disposição e ter um uptime razoável e enquanto em ambiente corporativos as coisas são mais sofisticadas, exigindo alta taxa de uptime,  também backup para segurança de dados.

A solução aqui apresentada pode ser aplicadas em casa, basta ter um computador velho com uma placa de rede, dispensando monitor, e com disco rígido muito grande para fazer o backup incremental. Como hoje em dia necessita ao menos 500GB para armazenamento tranquilo é duvidoso que o hardware velho reconheça peças mais recentes e muitos casos incompatíveis.

As ferramentas de backup incremental

Estarei mostrando duas ferramentas de backup incremental, o synctoy e o rsync:

O Synctoy é para Windows, que faz parte do pacote PowerToys da Microsoft, sua função é sincronia de pastas e arquivos que analisa as modificações e replica na pasta de dados e é de fácil utilização sendo a única exigência inglês compreender o aplicativo.

Uma outra ferramenta equivalente usado no GNU/Linux, o rsync, utilizado principalmente no console é muito versátil para cópia com diversos mecanismo de verificação de integridade. Baixe-o na sua distro favorita!

Os dois combatentes consegue fazer além do backup incremental, a sincronia de pastas.

Realmente existe uma bala de prata?

Posso deixar aqui um servidor NAS, praticamente ZEROCONF, o Freenas com ele não é nem necessário fazer a instalação do sistema no disco, bastando somente rodar pelo liveCD

Com ele é possível praticamente servir uma grande gama de dispositivos com direito a recursos avançados como o RAID e ZFS

Jargão é um coisa a aprender!

Estou abrindo espaço para falar de jargões abordado no texto para não ficar catando milho espalhado na internet:

  • ON DEMAND: é uma forma de distribuição de conteúdo, onde o usuário escolhe o conteúdo e é disponibilizado para download.
  • UPTIME: é o tempo que o equipamento fica a disposição do usuário, ou seja, ligado.
  • ZEROCONF: é um dispositivo ou software que não requer intervenção manual
  • RAID: Redundant Array Independent Drives, a grosso modo é uma tecnologia de espelhamento de dados entre discos
  • ZFS: Um sistema de arquivo robusto para uso em grande servidores, preferencialmente de missão crítica

Com tudo isso já é o suficiente este assunto introdutório sobre o backup incremental, em breve estarei falando de outros esquemas de armazenamento.

[UPDATE]

Corrigido link do SYNCTOY e acrescento também a informação que que o servidor NAS consegue integração com dispositivos DLNA bem conhecidos como o PS3, PSP, XBOX e muitos outros aparelhos com o recurso.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE